Energia Eolica

Outubro 05 2011

A Alstom acabou de anunciar o lançamento da turbina eólica onshore ECO 122 – 2. MW, que combina uma grande potência com o factor de alta capacidade e que vai aumentar o rendimento energético em regiões com pouco vento, em qualquer parte do mundo.

Com uma velocidade do vento de 7.5 m/s, a turbina assegura um produção do parque eólico até 42%, equivalente a 3.600 horas completas operadas cada ano. O rotor, com um diâmetro de 122 metros e uma área de acção de 11,700 metros quadrados – o maior no segmento de turbinas de 2 MW a 3 MW -, maximiza a recolha de energia e o retorno sobre o investimento para criar novas oportunidades de negócio para clientes de locais com pouco vento.

“Investigação e inovação estão no centro do nosso negócio. Com a ECO 122 e outras turbinas na nossa plataforma ECO 100, lideramos o desenvolvimento da nova geração de alta potência, turbinas de alta eficiência para acrescentar valor aos nossos clientes. Com pás maiores, que capturam mais energia e de forma mais efectiva, assegurando também uma área de acção muito maior do que os mecanismos da actual geração, a ECO 122 definiu um novo padrão para locais de pouco vento em todo o mundo”, explicou Alfonso Faubel, vice-presidente da Alstom para a área eólica.

Assim, a Eco 122 garante uma produção no parque eólico 25% superior quando comparada com as actuais turbinas 1.5 – 2. MW, sendo de realçar que exige um menor número de turbinas instaladas para alcançar este rendimento. Um exemplo: num local com pouco vento, seis turbinas da geração actual 1.5 – 2 MW produzem cerca de 40 GWh/ano, enquanto apenas cinco turbinas ECO 122 asseguram mais de 50 GWh/ano.

Este aumento de rendimento também representa significativas poupanças de capital. Um parque eólico com a ECO 122 pode reduzir os custos do mesmo em cerca de 10-15% quando comparado com um parque com equipamento corrente 1.5 – 2 MW, graças a menos instalações, plataformas, estradas e cablagem.

A primeira ECO 122 vai ser instalada em meados de 2012 com as primeiras entregas comerciais previstas para o início de 2013.

fonte:http://www.greensavers.pt/

publicado por adm às 22:42

pesquisar
 
links