Energia Eolica

Outubro 07 2011

 

 

Anel ao redor da área das pás dos geradores acelera o fluxo de ar nas lâminas. Turbinas são organizadas em forma de colmeia

A Universidade de Kyushu, no Japão, desenvolveu uma turbina eólica que promete produzir três vezes mais energia do que as atuais. A nova tecnologia é chamada de lente eólica e alguns protótipos já estão em fase de testes no centro acadêmico.

 

Para que o equipamento tivesse uma produção energética mais eficiente não foi preciso aumentar o tamanho dos geradores. O modelo consiste em um anel e circunscreve a área das pás dos geradores, que têm a função de acelerar o fluxo de ar nas lâminas. Com este processo, o sistema gera de duas a três vezes mais energia do que as turbinas comuns. Toda a estrutura soma 112 metros de diâmetro.

O design do produto foi criado na Exibição Internacional de Energias Renováveis de Yokohama, em 2010. O modelo tem uma plataforma hexagonal, assim as turbinas são organizadas no formato de uma colmeia. Segundo o líder da pesquisa, Yuji Ohya, os geradores têm a vantagem de não causarem tanta poluição sonora como os convencionais.

Outra grande vantagem do produto será reduzir o preço da eletricidade eólica. A estrutura entraria em competição com o carvão e fontes nucleares e os custos da energia alternativa seriam menores, acreditam especialistas.

Com o desenvolvimento de novas tecnologias cresce o número de alternativas eólicas para a produção energética. O impasse, até então, é a necessidade de uma área muito grande para que toda a eletricidade necessária fosse gerada a partir da nova estrutura de energia eólica. De acordo com especialistas, nos Estados Unidos, por exemplo, seria preciso ter uma área disponível de pelo menos 440 mil km2, equivalente a 25% do estado do Alaska.

fonte:http://exame.abril.com.br/e

publicado por adm às 22:05

pesquisar
 
links