Energia Eolica

Dezembro 30 2011

O Ministério da Economia declarou que o futuro parque eólico da Tocha tem um “relevante interesse público” e, como consequência, o projecto tem luz verde para avançar. Ao todo, serão instalados cinco aerogeradores para produção de energia eléctrica, numa área de 22.700 metros quadrados.

O projecto será liderado pela EDP e obteve também parecer favorável da ANACOM, ICNB, o Instituto da Conservação da Natureza e Biodiversidade, e a Comissão de Coordenação e Desenvolvimento Regional (CCDR) do Centro.

“[Este projecto] dá reposta às crescentes preocupações globais em termos ambientais e energéticos”, explicaram, no despacho que deu o aval ao projecto, Henrique Gomes e Pedro Afonso Paulo, respectivamente secretário de Estado da Energia e secretário de Estado do Ambiente e do Ordenamento do Território.

Os cinco aerogeradores, de 1.800 KW, correspondem à instalação de uma potência total de 9MW e uma produção de energia eléctrica anual estimada de 19,1 GWh. O projecto inclui ainda a construção de uma subestação e de um edifício de comando, uma rede eléctrica de cabos subterrâneos entre os aerogeradores e a construção de acessos.

Segundo o Diário de Coimbra, esta é uma área considerada REN (Reserva Ecológica Nacional), pelo que a palavra final coube ao Governo. Em meados de Dezembro, o executivo considerou que o projecto se insere no âmbito da execução da Estratégia Nacional de Energias 2020.

fonte:http://www.greensavers.pt/

publicado por adm às 23:56
Tags:

pesquisar
 
links