Energia Eolica

Março 31 2012
Além das eólicas em vários estados da região, uma termelétrica começa a operar à base de gás natural no Maranhão

O Ministério de Minas e Energia (MME) autorizou sete Centrais Geradoras Eólicas e uma Central Geradora Termelétrica a estabelecerem-se como Produtores Independentes de Energia Elétrica. Das portarias que foram publicadas no Diário Oficial da União, quatro aprovam Eols nos municípios de Igaporã e Caetité, no estado da Bahia. As empresas são, respectivamente, Enel Green Power Joana Eólica S.A., Centrais Elétricas Serra do Espinhaço Ltda., Centrais Eólicas Espigão Ltda. e Enel Green Power Emiliana Eólica S.A.

No estado do Rio Grande do Norte, a autorização foi para a empresa Usina de Energia Eólica São João a produzir energia elétrica no Município de São Miguel do Gostoso. A Eol São João possui dezoito Unidades Geradoras de 1.600 kW, totalizando 28.800 kW de capacidade instalada e 14.300 kW médios de garantia física de energia.

Também produzirão energia eólica as empresas Enel Green Power Pau Ferro S.A. e a Enel Green Power Pedra do Gerônimo Eólica S.A, no município de Tacaratu, em Pernambuco.

No setor de termelétrica, começa a operar a empresa UTE Parnaíba II Geração de Energia S.A, produzindo energia elétrica no Maranhão, mediante a implantação e exploração da Central Geradora Termelétrica UTE Maranhão III, no município de Santo Antônio dos Lopes. A UTE possui duas Unidades Geradoras de 167.846 kW e uma Unidade Geradora de 163.530 kW, em ciclo Combinado, totalizando 499.222 kW de capacidade instalada e 470.700 kW médios de garantia física de energia, utilizando gás natural como combustível.

fonte:http://myhabitat.me/

publicado por adm às 23:59
Tags:

pesquisar
 
links