Energia Eolica

Agosto 08 2012

O ministro angolano da Energia e Água, João Baptista Borges, anunciou, em Luanda, a construção do primeiro parque eólico de Angola, sendo este um dos maiores de África, com cerca de 100 MW, na região do Tombua.

O referido parque, após a sua construção, poderá funcionar também como centro de formação de treinamento e experimentação de novas tecnologias.

De acordo com João Baptista Borges, relativamente ao sistema nacional de abastecimento no país, se está se tratar de assegurar alguma estabilidade possível no funcionamento dos diversos sistemas e, principalmente, nos centros urbanos mais importantes como Luanda, Benguela, Huambo e Cabinda, bem como a criação de capacidade de produção adicional com a instalação de novas centrais e a reabilitação dos sistemas de distribuição.

De acordo com o titular da pasta, o país conta com potência de 18 mil MW em termos de produção ou exploração e neste momento estão em exploração cinco porcento do referido potencial.

"Temos um amplo potencial ainda por explorar e que pode permitir atender necessidades não só no domínio de consumo, como também da produção industrial, sendo que o programa do governo estabelece este principio e objectivo, que é instalar até 2016 cinco mil Mw", acrescentou. As informações são da Angop.

fonte:http://www.africa21digital.com/e

publicado por adm às 23:49
Tags:

Janeiro 30 2012

Um parque eólico de 100 megawatts, com 50 aerogeradores, será construído em breve no município do Tombwa, província do Namibe, pelo Ministério da Energia e Águas no âmbito da utilização de energias renováveis, disse sexta-feira em Luanda uma fonte oficial.

Sandra Cristóvão, directora nacional para as Energias Renováveis, disse à agência noticiosa angolana Angop ter sido detectado naquela região um potencial eólico com ventos de 5,2 metros por segundo que permite a construção do parque.

Com a implementação deste sistema de energia renovável, o Executivo quer ver projectos de vária ordem a serem desenvolvidos em diversas regiões, sobretudo nas zonas rurais, com o uso da corrente eléctrica “limpa” ou melhor “amigas do ambiente”.

Para além dos projectos ligados com a energia eólica, foram igualmente identificados projectos de biomassa, tanto de resíduos florestais como de resíduos sólidos urbanos (orgânicos), que possam servir para a produção de energia eléctrica.

Neste quadro, segundo a responsável, perspectiva-se a utilização de bagaço da cana-de-açúcar para produzir energia eléctrica, existindo ainda uma plataforma de estudos avançada para a instalação de sistemas fotovoltaicos denominada Casa Solar (Casol). (macauhub)

fonte:http://www.macauhub.com.mo/

publicado por adm às 22:58
Tags:

Abril 13 2011

A Dinamarca possui uma empresa que é uma das maiores fabricantes de turbinas eólicas do Mundo, que se predispõe a montar parques de energia eólica em Angola.

Angola já tem algumas zonas identificadas para produção de energias renováveis, como a solar e a eólica, explicou o secretário de Estado para a Energia, acrescentado que os parques eólicos serão instalados no país num prazo relativamente curto.

«Nós julgamos que será uma boa solução para fornecer energia às zonas do interior do país», disse.

João Baptista Borges, apontou a zona sul de Angola, como o Tômbua e Baía dos Tigres, mas pensa-se instalar também sistemas de energias eólicas no Huambo e em Cabinda.

De acordo com o responsável relativamente aos outros locais, dependerá dos estudos de avaliação dos ventos, que serão feitos em função do protocolo assinado.

fonte:http://sol.sapo.pt/

publicado por adm às 22:55

pesquisar
 
links
subscrever feeds