Energia Eolica

Maio 11 2010

Com um crescimento interanual de 14,7% o país vizinho superou a Alemanha no investimento no aproveitamento da energia do vento e tornou-se o segundo país europeu com maior potência instalada atrás apenas do país do centro da Europa.

Segundo os resultados divulgados na semana passada pela Asociación Empresarial Eólica, a Espanha foi o país europeu que, em 2009, mais investiu no aproveitamento da Energia Eólica, sector que registou um crescimento interanual de 14,7% no país vizinho.

Somando uma potência instalada de 2459 MW e uma potência acumulada de 19 248,80MW a Espanha é apenas superada pela Alemanha no que a este sector diz respeito. As regiões que mais apostam na produção de electricidade a partir da energia do vento são a Castela – La Mancha e Galiza, mas as que mais investiram em 2009 foram a Andaluzia, Castela-Leão y Valência.

A nível mundial o sector da energia eólica registou um crescimento de 31% atingindo-se os 157 900 MW de potência acumulada.
fonte:Naturlink
publicado por adm às 23:26

Abril 14 2010

A Ásia deverá ultrapassar a Europa como maior produtor mundial de energia eólica em 2014, fruto das instalações de nova potência que já estão a ser feitas, sobretudo na China, revelam as mais recentes previsões do Global Wind Energy Council (GWEC).

Em 2009 a Ásia já foi a região com maior potência eólica adicionada, tendo os seus 15,4 gigawatts (GW) de nova capacidade superado os 10,5 GW da Europa e os 10,9 GW da América do Norte.

Ora, nas previsões a cinco anos, o GWEC aponta para 2013 o momento em que a Ásia alcançará a potência instalada na Europa, prevista para 122 GW. E em 2014 o continente asiático deverá atingir uma potência eólica acumulada de 148,8 GW, ultrapassando os 136,5 GW estimados para a Europa.

Os parques eólicos asiáticos darão o maior contributo para o crescimento deste negócio à escala global. A associação eólica mundial prevê que a capacidade total do planeta de geração de energia a partir do vento poderá passar dos 158,5 GW instalados no final de 2009 para 409 GW em 2014.

No “ranking” mundial de potência eólica a República Popular da China lidera as novas instalações feitas em 2009, com 13,8 GW estimados, seguida dos Estados Unidos da América (EUA), com 9,9 GW. Espanha e Alemanha vêm logo a seguir, com 2,5 e 1,9 GW, respectivamente.

Portugal no top 10

Portugal figura como o décimo mercado mundial que no ano passado mais potência eólica adicionou: o GWEC indica que em território luso foram acrescentados à rede parques com 673 megawatts (MW). Da lista dos dez mercados com maiores potências adicionadas em 2009 fazem parte também a Índia, Itália, França, Reino Unido e Canadá.

O GWEC indica que em termos acumulados os EUA lideram o mapa mundial de aerogeradores em operação, com 35 GW de potência, seguidos pela China, com 25,8 GW, e só depois pela Alemanha, com 25,7 GW. Portugal ocupa a nona posição entre os países com maior potência eólica instalada, atrás de Espanha, Itália, França, Índia e Reino Unido, mas à frente da Dinamarca, país que tem uma forte tradição no fabrico de aerogeradores.

Entre os dez maiores mercados de energia eólica do mundo a EDP Renováveis já está presente (ou anunciou que marcará presença) em seis, nomeadamente Portugal, Espanha, França, Itália, Reino Unido e EUA. Mas para a Ásia, o mercado com maior crescimento previsto para os próximos anos, a empresa do grupo EDP ainda não avançou.

Fonte:www.jornaldenegocios.pt

publicado por adm às 23:24

pesquisar
 
links
subscrever feeds