Energia Eolica

Março 21 2012

A Alstom inaugurou o maior aerogerador offshore do mundo. O Haliade 150, com capacidade de 6 MW, foi desenvolvido para ganhar uma concorrência lançada pelo governo francês. A cerimônia de inauguração do aerogerador, que foi instalado no parque de Carnet, próximo à cidade cde Saint-Nazare, na França, contou com a presença do ministro francês Eric Besson, e do CEO da companhia, Patrick Kron.

O objetivo da Alstom, com o novo gerador, é instalar 3 GW de energia eólica na costa francesa até 2015. Para ser produzido em maiores quantidades, o Haliade 150 passará por diversos testes de campo ao longo deste ano. A produção em pré-série deverá começar em 2013, com a produção efetivamente em série estimada para 2014.

A Alstom é fornecedora do consórcio vencedor da licitação do governo francês para energia eólica. Também participam a EDF Energies Nouvelles e a Dong Energy, especialista em parques eólicos offshore. O projeto oferece uma oportunidade de desenvolver um aerogerador totalmente francês, desde a tecnologia até a montagem, além de envolver cerca de 200 fornecedores e gerar um alto número de empregos.

Caso o aerogerador passe nos testes, a Alstom planeja montar até quatro fábricas de componentes para o Haliade 150, que gerariam 5 mil empregos permanentes. Caso sejam construídas, as fábricas seriam as primeiras instalações da Alstom dedicadas exclusivamente à energia eólica offshore, e terão uma capacidade de produção de 100 unidades por ano. O investimento da companhia no projeto deve chegar aos € 100 milhões.

fonte:http://www.petronoticias.com.br/

publicado por adm às 22:35

Fevereiro 25 2011

Polónia e Roménia concentram um terço do investimento da EDP Renováveis e compensam menor procura do mercado norte americano.

França promete ser, depois do Reino Unido, o próximo alvo da EDP na área da energia eólica ‘offshore'. A empresa liderada por Ana Maria Fernandes está já a analisar o concurso que o governo de Paris irá lançar. Um projecto onde admite participar apenas em consórcio, de modo a partilhar risco e ‘know how' à semelhança da parceria realizada com a SeaEnergy para o mercado escocês, onde conquistou recentemente 1.3 GWh, no concurso UK Round 3.

"Estamos em processo de estudo, mas será sempre na perspectiva de diversificação do portfólio e de parceiros", adiantou Rui Teixeira, administrador para a área financeira da EDP Renováveis à margem da conferência de imprensa para apresentação de resultados. Para logo a seguir acrescentar: "Será sempre na mesma lógica de negócio do projecto do Reino Unido".

 

fonte:http://economico.sapo.pt

publicado por adm às 23:30

Janeiro 30 2011

A França anunciou esta terça-feira que tem em marcha concursos para a concretização de um projecto eólico offshore de 10 mil milhões de euros, com capacidade de geração de 3 000 MW de energia. Ainda assim, os ambientalistas avisam que é preciso fazer mais para que o País possa cumprir as metas europeias. «Este novo sector irá gerar 10 000 postos de trabalho», adiantou o presidente francês Nikolas Sarkozy.

No total, a França estima ter uma capacidade de 25 GW de energia eólica em 2020, em resultado de um investimento de 20 mil milhões de euros. O país poderá assim tornar-se o terceiro maior mercado europeu na eólica offshore.

fonte:ambienteonline

publicado por adm às 18:18

pesquisar
 
links
subscrever feeds