Energia Eolica

Outubro 11 2010

O Banco Europeu de Investimentos (BEI) e o Banco Africano de Desenvolvimento (BAD) vão conceder a Cabo Verde um empréstimo de 45 milhões de euros para a construção de quatro parques eólicos.

Os parques serão construídos nas ilhas de Santiago, São Vicente, Boavista e Sal.

O BEI e BAD consideram "modelar" o programa de energias renováveis de Cabo Verde, a primeira produção em larga escala de energia eólica de África, segundo noticia hoje a edição online do jornal cabo-verdiano A Semana.

Num comunicado, o BEI comunica que, em parceria com o BAD, vai ajudar a financiar o parque eólico de Cabo Verde.

A colaboração entre o BEI, que emprestará 30 milhões de euros, e o BAD, 15 milhões, é fruto de um acordo assinado em Washington por Plutarchos Sakellaris (BEI), representantes do BAD e Cristina Duarte, ministra das Finanças de Cabo Verde, que participa naquela cidade na assembleia anual do Fundo Monetário Internacional (FMI).

O custo global do projecto está orçado em 60 milhões de euros e a verba a disponibilizar destina-se à construção dos quatro parques eólicos nas ilhas de Santiago, São Vicente, Boa Vista e Sal.

fonte:diariodigital

publicado por adm às 22:49

pesquisar
 
links