Energia Eolica

Março 02 2011

A Renova Energia lançou, no município de Guanambi, a 796 KM de Salvador, a pedra fundamental de seu conjunto de parques eólicos comercializados no Leilão de Energia de Reserva (LER) realizado em 2009. Na cerimônia estiveram presentes o vice-governador do Estado em exercício, Otto Alencar, a chefe da Casa Civil estadual, Eva Chiavon, o superintendente da Secretaria Estadual de Indústria e Comercio, Paulo Guimarães, os prefeitos de Guanambi, Charles Fernandes, de Caetité, José Barreira e o de Igaporã, Newton Cotrim, entre outras autoridades. O empreendimento eólico é o primeiro em fase de instalação no sudoeste da Bahia.

Durante a solenidade, o vice-governador ressaltou a importância do projeto da Renova para a Bahia e a posição de destaque do Estado na matriz energética brasileira. “A Bahia tem 15% do potencial energético eólico de todo o Brasil. No futuro, o estado pode ser o maior produtor do país”, afirmou Otto Alencar.

Uma vez em operação, os 14 parques da Renova Energia formarão o maior complexo eólico do Brasil. O inicio da operação comercial está previsto para julho de 2012. Os contratos de compra e venda de energia, formalizados pela Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE), têm prazo de 20 anos.

Os parques serão implantados nos municípios de Caetité, Guanambi e Igaporã. O investimento previsto de R$ 1,17 bilhão atrairá para os municípios outros benefícios. “Além da produção de energia limpa, o investimento realizado certamente aquecerá a economia local. Em relação ao pequeno produtor rural, o modelo comercial prevê o arrendamento da terra, o que permite ao mesmo a continuação de suas atividades agropecuárias e sua fixação no campo”, declarou o diretor de Operações e co-presidente da Renova Energia, Renato Amaral.

Inicialmente serão instalados 184 aerogeradores, cada uma com 80 metros de altura (o equivalente a um prédio com mais de 27 andares) e pás de 42 metros de extensão. 
(Redação - Agência IN)

fonte:http://www.investimentosenoticias.com.br

publicado por adm às 23:44
Tags:

pesquisar
 
links